Quais são os benefícios do CBD?

O canabidiol (CBD), uma substância muito menos psicoativa do que o THC e sem risco comprovado de dependência, é considerado interessante para o tratamento de certas formas de epilepsia, ansiedade, inflamação e deficiência imunitária, perturbações do humor e mesmo esquizofrenia. Está agora provado que o canabidiol atua direta ou indiretamente em muitos recetores do nosso organismo.

CBD, stress e ansiedade

O CBD não se liga diretamente aos recetores CB1 e CB2, mas pode modular a sua atividade influenciando indiretamente as suas vias de sinalização. Esta interação ajuda a regular vários processos fisiológicos, incluindo a resposta ao stress e o humor.

  • Inibição da FAAH: Foi demonstrado que o CBD inibe a enzima FAAH, que é responsável pela degradação da anandamida. Ao inibir a FAAH, o CBD pode aumentar os níveis de anandamida no corpo, melhorando assim o funcionamento geral do SEC.
  • GABA, ou ácido gama-aminobutírico, é um neurotransmissor no cérebro que é responsável por reduzir a excitabilidade neuronal. Atua como um inibidor no cérebro. Ajuda a reduzir a atividade neuronal e é responsável por acalmar o sistema nervoso, relaxar e reduzir a ansiedade. Quando o GABA se liga aos seus recetores no cérebro, reduz a excitação dos neurónios, resultando em níveis reduzidos de ansiedade e stress.

Estudos demonstraram que o CBD pode indiretamente aumentar a sinalização GABA, aumentando a disponibilidade de GABA no cérebro. O CBD inibe a atividade de uma enzima chamada GABA transaminase, que é responsável pela degradação do GABA. Ao inibir esta enzima, o CBD aumenta os níveis de GABA no cérebro, reforçando os seus efeitos inibitórios e ajudando a reduzir a ansiedade e o stress.

CBD e o humor

O CBD também interage com outros recetores não canabinóides, como os recetores de serotonina (5-HT1A) e os recetores transientes para o potencial vanilóide tipo 1 (TRPV1). Estas interações podem contribuir para os potenciais efeitos terapêuticos do CBD, incluindo o alívio do stress, o alívio da ansiedade e a melhoria do humor. Para saber mais, leia o nosso artigo sobre as ligações entre o CBD e o stress.

Redução do consumo de canábis

Ao contrário do THC, o CBD não causa dependência. Um estudo realizado com 1500 pessoas mostrou que 11% delas utilizaram o CBD para reduzir o seu consumo de canábis, com sucesso em mais de metade dos casos. O CBD atua em recetores diferentes dos do THC, o que poderia ajudar a reduzir o consumo de canábis sem causar dependência.

Inflamação

Inúmeros estudos atribuem eficácia inegável ao CBD como anti-inflamatório a vários níveis:

  • Ao bloquear a migração de macrófagos (digestão de partículas estranhas e agentes patogénicos)
  • Ao regular a ativação de linfócitos (reconhecimento e destruição de células estranhas)
  • Ao inibir a libertação de substâncias pró-inflamatórias
  • Promovendo a libertação de outras substâncias anti-inflamatórias chamadas “Citocinas”.
CBD melhora a condição da pele

Um número crescente de estudos coloca o CBD e outros fitocanabinóides como ingredientes-chave para problemas de pele. De acordo com a Comissão Europeia e a sua base de dados de ingredientes cosméticos (Cosing), o CBD apresenta nada menos do que 4 efeitos convincentes:

  • Anti-seborreia: Ajuda a controlar a produção de sebo
  • Hidratante: Mantém a pele em boas condições
  • Protetor: Ajuda a prevenir os efeitos nocivos dos fatores externos sobre a pele
  • Antioxidante: Inibe as reações promovidas pelo oxigénio, evitando assim a oxidação e a rancidez